Fim de semana passado, mais especificamente nos dias 5 e 6 de dezembro, a Galax (Galaxytech), líder de mercado em placas de vídeo na Ásia, realizou em WuHan (na China) um fantástico evento que reuniu milhares de pessoas.

O evento foi dividido em dois: o Galax E-sports Carnival, focado na competição de jogos digitais, e o Galax Overclocking Carnival, que obviamente pretende colocar os profissionais que lidam com hardware em uma corrida para obter novos recordes.

O Galax E-sports Carnival reuniu os melhores times de League of Legends da China em uma competição de alto nível que levou o público ao delírio. Depois de acirradas competições, a equipe Team King superou na final os Star Horn Royal Club, levando o prêmio de Campeão da Galax E-sports Carnival, a mais importante competição local.

Já o Galax Overclocking Carnival colocou alguns dos melhores overclockers do mundo reunidos em uma competição de dois dias, onde o objetivo era comprovar a supremacia de suas placas de vídeo com a quebra dos Recordes Mundiais mais importantes, neste caso, a GTX 980 HOF, placa “single” mais rápida da atualidade.

No evento de overclocking, tivemos uma surpresa: o representante brasileiro Ronaldo “rbuass” Buassali, overclocker da Corsair e Campeão do Master Overclocking Arena Free Style, foi convidado de honra para ser juiz do evento. Ele tem participado do desenvolvimento da placa GTX 980 HOF, como já comentamos em notícia recente publicada aqui no TecMundo.

Antes da ocasião, Ronaldo nos informou que algumas surpresas não deveriam ser publicadas antes da hora oportuna, a qual seria após este evento. Bom, agora já podemos falar sobre tudo que rolou lá e trazer imagens exclusivas para você que acompanha as novidades da área.

Galax quebra vários recordes

Presentes no evento, o time da Futuremark, desenvolvedora do reconhecido software de benchmark 3DMark, reconheceu e validou os resultados de 8 dos 9 disputados, entre eles os mais importantes da atualidade (3Dmark Fire Strike nas versões Performance e Extreme, 3Dmark 11 Performance e 3Dmark Vantage Performance), e ainda dois em SLI, todos válidos para a Liga Mundial de Overclocking (Hwbot).

Um detalhe que passa despercebido é que a Galax havia demonstrado há alguns dias atrás um pequeno “aperitivo”, com a quebra do Recorde Mundial de 3DMark Fire Strike Extreme, considerado o mais “pesado” da série, o qual foi conquistado pelo companheiro de equipe de Ronaldo, o overclocker Mad Tsé, publicado também aqui com exclusividade.

Acontece que não foram apenas recordes comuns que foram quebrados. A Galax aniquilou literalmente todos os concorrentes, com resultados que, até então, pareciam inacreditáveis. As pontuações obtidas foram tão superiores aos recordes anteriores, que até parece brincadeira.

Quer um exemplo? O resultado mais alto do mundo no 3DMark 11 era de 25.930 pontos. Após o evento da Galax, o número foi para 28.429, chegando a quase 10% de diferença, onde o normal seria apenas uma pequena fração.

Todas as placas utilizadas foram “retail” (de varejo) e sorteadas e quebraram com facilidade a marca dos 2.000 MHz. Além disso, tanto o vencedor da competição, o overclocker 8 Pack (do Reino Unido) quanto o vice campeão, Vivi (da África do Sul), ultrapassaram os 2.200 MHz.

Segundo Ronnie Chow, um dos importantes diretores da empresa, a Galax não vai medir esforços para criar nas comunidades gamer e overclocker algo similar ao sentimento que os brasileiros têm pelos times de futebol.

“Com a melhor equipe de engenharia e designers, utilizando os melhores componentes e focando sempre em fazer o melhor produto por um preço justo, pretendemos criar um sentimento de admiração do consumidor de nossos produtos. Ele vai saber que está comprando o melhor, que nos preocupamos com ele”.

Ronaldo também disse que muita coisa deverá ser publicada nos próximos dias. Ele comentou um pouco sobre sua experiência no evento:

“Para mim foi uma grande honra ter participado como juiz, e ainda mais por ter sido convidado para fazer parte do Galax Overclocking Lab (time de Overclocking da Galax). Foi uma surpresa maior por ter sido aceito como o único membro de outra empresa, a Corsair, que por sinal é concorrente desta na fabricação de memórias, fontes de alimentação e Solid State Drives”.

E complementou dizendo que “chegando ao Brasil, devo publicar alguns vídeos muito legais. Não o fiz porque na China não se pode acessar Youtube, Facebook, Google, Twitter, Instagram e nem nada disso. Para nós, é uma curiosidade, mas imagino como seria ruim ter que ser privado assim da liberdade”.

Estaremos atentos para as próximas publicações e recordes que ainda estão por vir.

Texto por Ronaldo Buassali

Atualizado

Para efeitos de esclarecimentos, informamos que os dados sobre recordes da Galax apresentados neste texto foram passados pelo Ronaldo Buassali e ainda são preliminares. Tais resultados ainda não constam na base de dados do site 3DMark. Assim que a Futuremark atualizar o ranking, atualizaremos a notícia novamente.

Cupons de desconto TecMundo: