A resolução 4K ainda dá seus passos tímidos dentro do munda da tecnologia. Apesar de pesquisas indicarem que esse formato de exibição já está obsoleto, os dispositivos móveis, por exemplo, só agora começaram a apresentar resoluções como o QHD (2560x1440 pixels), ou 2K. Obviamente que a reprodução em telas pequenas e grandes envolve esforços totalmente diferentes.

Porém, uma companhia parece estar apostando que o UHD (Ultra High Definition) vai vingar e até já lançou uma capacidade em seu software para lidar com esse formato. Trata-se do Fire Strike Ultra, recurso do programa de benchmark 3DMark e o primeiro a avaliar se um chip gráfico é capaz de lidar com a resolução 4K.

Para quem não está acostumado com o palavreado do universo de testes de hardware, pode ser um pouco complicado entender onde o Fire Strike Ultra está inserido: o 3DMark é uma ferramenta que reúne uma série de outros componentes que são utilizados para avaliar o poder de foco de uma máquina, seja ela um smartphone, tablet, notebook ou um desktop.

O Fire Strike Ultra é mais uma aplicação do 3DMark e é a terceira versão da série Fire Strike que visa avaliar a performance de PCs para games. Este é o primeiro benchmark a renderizar a resolução de 3840x2160 pixels e é considerado o teste mais exaustivo da suíte criada pela Futuremark.

O site da companhia ainda informa que não é necessário possuir um monitor 4K para testar a sua placa de vídeo. Ela, no entanto, precisa ter pelo menos 3 GB de memória RAM para conseguir executar o benchmark. E aí, será que o seu chip gráfico consegue lidar com gráficos em UHD?

Cupons de desconto TecMundo: