O famoso Galaxy S4. (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Atualmente, os aparelhos mobile com processadores de oito núcleos costumam trabalhar com a arquitetura conhecida como “4+4” — de modo que eles acabam não utilizando a real potência do componente, por assim dizer. No entanto, recentemente foi anunciado que isso deixaria de acontecer com o Exynos 5 Octa SoC.

Além disso, também foi confirmado que os atuais processadores de oito núcleos poderiam eliminar o “problema” através de uma atualização chamada de Heterogeneous Multi-Processing. Contudo, parece que essa solução não vai melhorar o desempenho dos Samsung Galaxy S4 e Note 3, como afirmou a própria gigante sul-coreana.

Questão de “organismo”

De acordo com os engenheiros do departamento voltado para soluções de aparelhos mobile da Samsung, é possível utilizar uma atualização de software nos aparelhos sem nenhum problema. O empecilho está no fato de que o hardware utilizado nestes gadgets não é capaz de utilizar os oito núcleos e aguentar o calor gerado por essa atividade — alguns donos de Galaxys S4 já relataram problemas de superaquecimento.

A companhia também alegou que o Android 4.4 KitKat ainda está longe de ser disponibilizado para os seus clientes, de maneira que ela está focando o seu trabalho de atualização nos aparelhos que rodam a versão 4.3 Jelly Bean.

Cupons de desconto TecMundo: