O 3DMark é um software utilizado para medir o desempenho do poder de processamento gráfico dos computadores. O aplicativo executa uma série de testes em sequência para analisar o processador, a memória e a placa de vídeo da máquina. No final, cada um dos quesitos testados recebe uma nota individual.

O resultado final é medido em pontos, ou seja, o 3DMark libera uma nota final para o computador. Esse número é a média de desempenho de todos os testes, mas condensado em apenas um lugar. Quanto maior a nota, mais potente é o hardware.

Para que seja possível comparar os resultados com outras pessoas, a Futuremark (desenvolvedora do software) disponibiliza um ranking na internet, com todos os testes enviados.

(Fonte da imagem: Reprodução/3DMark)

E parece que, pelo menos nessa competição, o Brasil é medalha de ouro. Na categoria 3DMark Vantage (Extreme) com duas GPUs, o usuário Chipart conseguiu marcar 48.484 pontos, conquistando o primeiro lugar no quadro de classificação.

Para conseguir essa pontuação, foi preciso uma configuração robusta: são duas GeForce GTX Titan EVGA trabalhando em paralelo a um processador Intel Core i7-3770K rodando a 4,6 GHz em uma placa-mãe Gigabyte G1 Sniper M3-CF.

Será que você consegue superar essa marca?

Cupons de desconto TecMundo: