O vice-presidente e Gerente Geral da Intel para o segmento de desktops, Gregory Bryant, fez uma afirmação que deve gerar uma boa dose de polêmicas. Segundo ele, a maioria dos usuários que possui um processador da companhia equipado com uma GPU integrada da linha Iris ou Iris Pro não vai sentir falta de uma placa de vídeo dedicada.

Bryant afirma que isso se deve ao fato de que a solução de sua companhia tem um desempenho maior do que 80% das GPUs dedicadas com características discretas. Dessa forma, consumidores casuais ou que usam máquinas essencialmente para trabalho vão ter suas necessidades gráficas supridas sem precisar investir em hardwares adicionais.

“Melhoramos as capacidades gráficas em 30 vezes em relação ao que elas eram há cinco anos ”, afirmou Bryant durante uma apresentação feita no fórum J.P. Morgan durante a CES 2016. Apesar da declaração, aparentemente a Intel não fez demonstrações que realmente provassem o salto de desempenho oferecido por sua nova solução integrada.

No entanto, os recentes avanços feitos pela empresa nessa área depõem a seu favor: a geração Skylake de seus processadores, por exemplo, mostrou uma ótima evolução gráfica. Além disso, a companhia está investindo em melhorias para seu departamento de softwares, investindo em mais suporte para a API DirectX 12 e tecnologia Vulkan, que surge como uma alternativa à solução da Microsoft.

Você acredita na afirmação da Intel? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: