(Fonte da imagem: Reprodução/CG Meetup)

Ainda que nem todos possam participar do GPU Technology Conference, o grande evento da NVIDIA para desenvolvedores, é bom saber que esta filmagem na qual um engenheiro da Pixar mostra parte de um processo de animação feito na empresa tenha sido disponibilizada ao público.

Nela, temos uma demonstração do Presto, um sistema de animação de uso interno da Pixar que permite a manipulação de personagens com um impressionante grau de precisão. Na apresentação, foi utilizado como exemplo o personagem Sullivan em um ambiente de “Universidade Monstros”.

O engenheiro demonstra como, com apenas alguns cliques, um animador pode mover os braços, pernas, focinho e lábios de Sully — são 1.500 controles de animação no total —, de forma que tudo seja executado em tempo real, sem nenhuma queda de quadros por segundo. E, se você achar que mover braços e pernas não é muita coisa, considere que, ao ser feito, isso implica mover também os 900 mil pelos do personagem — cada um com respectivos quatro pontos desenhados por uma GPU.

“É realmente importante para nós que tenhamos capacidade de criar um ambiente que possa ser manipulável, onde o animador possa simplesmente entrar, pegar o personagem e começar a movê-lo por aí em tempo real sem ter que se preocupar com a queda de quadros fazendo a velocidade cair.”

A tecnologia a serviço da animação

Todo esse complexo processo é algo que a Pixar não conseguia fazer até alguns anos atrás, o que significa que os animadores tinham que trabalhar com a versão “nua” do personagem, que é de manipulação bem mais difícil. “Foi um grande avanço quando em ‘Universidade Monstros’ usamos a GPU para desenhar cada parte do pelo em tempo real”, disse o engenheiro.

A apresentação completa dura cerca de uma hora e pode ser assistida aqui, porém, assim como o vídeo acima, ela está em inglês, sem legendas.

Cupons de desconto TecMundo: