Na manhã de sexta-feira (24), comparecemos a um encontro realizado por representantes do Waze. Na ocasião, Eric Ruiz (Diretor de Vendas do Waze da América Latina), Flávia Sasaki (Chefe do Programa de Transmissão e Parcerias Corporativas na América Latina) e Julie Mossler (Diretora de Comunicação) mostraram as principais novidades e planos para melhorar o serviço de localização via GPS no país.

O que é o Waze?

Caso você não conheça, o Waze é um aplicativo de GPS, voltado apenas para smartphones que permite guiar o usuário pelas ruas através de um mapa que recebe a constante colaboração de outros motoristas para notificar sobre qualquer alteração ocorrida nas ruas ou notificar sobre acidentes e outros tipos de ocorrências que podem ocorrer durante o percurso, permitindo que o usuário altere a sua rota para vias que estejam com o tráfego menos intenso.

Segundo Julie Mossler, o Waze possui atualmente mais de 50 milhões de usuários ativos, sendo que os países com os números mais expressivos são o Brasil e os Estados Unidos. E, para melhorar ainda mais a qualidade de seus serviços, a empresa iniciou algumas campanhas para tornar rentabilidade do app muito maior e melhorar a experiência de navegação através de algumas parcerias.

Da direita para a esquerda: Julie Mossler, Eric Ruiz e Flavia Sasaki

Forma de monetização

Uma questão muito interessante, abordada por Eric Ruiz, é em como a empresa monetiza através do app. O principal fator apontado por Ruiz foi a inserção de empresas e lojas no mapa, permitindo que estabelecimentos comerciais divulguem a sua localização através da navegação do Waze. Esta ação também garante que a marca do anunciante fique muito mais em evidência do que em outros serviços de GPS.

Waze para emissoras de TV e Rádio

Flavia Sasaki apresentou também a versão do Waze que é voltada apenas para emissoras de rádio e TV, permitindo que os apresentadores tenham uma forma complementar para noticiar e acompanhar ocorrências ou acidentes, além de fornecer as informações através de gráficos muito intuitivos e fotos tiradas pelos próprios usuários do app.

Outra possibilidade apresentada é a de incorporar mapas fornecidos no Waze no próprio site da empresa, que por sua vez redirecionará o internauta para o aplicativo.

Programa Cidadãos Conectados (W10)

Um dos pontos mais interessantes apresentados pela empresa responsável pelo Waze foi o Programa Cidadãos Conectados, que será realizado em parceria com dez grandes cidades do mundo. O intuito principal desta iniciativa é se aproximar ainda mais do dia a dia destas metrópoles, para saber com mais detalhes o que está ocorrendo nas ruas.

Foi criada uma de parceria (sem fins lucrativos) com diversas companhias de tráfegos ao redor do mundo para compartilhar informações, facilitando o trabalho de ambos os lados. Isso faz com que a informação exibida no Waze seja muito mais confiável, pois poderá sinalizar o fechamento de ruas que já estão agendados e antecipar o usuário para que um caminho alternativo seja estabelecido.

Campanha do Waze no Brasil

Atualmente no Brasil, esta campanha ocorre apenas no Rio de Janeiro. Iniciada durante a vinda do Papa Francisco ao país, o prefeito Eduardo Paes convidou os representantes do Waze para que fosse realizado um trabalho em conjunto com o Centro de Operações do Rio (COR) para realizar um monitoramento das estradas muito mais abrangente e preciso. O resultado foi tão positivo que continua em aprimoramento constante.

Existe a possibilidade desta campanha ser realizada em outros estados do país, entretanto, não foi divulgada nenhuma confirmação a respeito deste assunto.

Cupons de desconto TecMundo: