Xinjiang é uma das cidades mais violentas na China, algo evidenciado por acidentes e explosões recentes. Numa tentativa de conter ameaças, o governo ordenou que os habitantes da região usem sistema de GPS em seus veículos, sejam eles carros, caminhões ou escavadeiras.

O dispositivo de geolocalização é fornecido pelo governo de forma gratuita e há apenas a cobrança de uma taxa anual de manutenção. Para combater o terrorismo com efetividade, a China pretende punir motoristas que não usarem o GPS, ao impedir que eles abasteçam os automóveis.

Essa penalidade também serve para motoristas que danificarem o sistema de GPS, adulterarem as peças ou não pagarem a taxa de manutenção. Em declaração ao Global Times, um agente de trânsito comentou que a medida é para segurança de todos, uma vez que o governo consegue rapidamente detectar comportamentos estranhos, principalmente em carros que foram roubados.

Apesar de soar um exagerada – principalmente pela questão da privacidade –, a medida é coerente com o estilo do governo local que, segundo o Shanghaiist, até solicitou recentemente para os habitantes de Xinjiang apresentarem seus passaportes para examinação. O que você acha de uma ação dessas? Seria uma boa ideia para combater o terrorismo ou um recurso invasivo para controlar a vida dos cidadãos?

Cupons de desconto TecMundo: