É, pessoal, mais uma má notícia para o ano de 2015. O Governo Federal anunciou ontem uma série de medidas para reforçar o caixa para o ano que se inicia e, como você já pode imaginar, isso significa aumento de impostos. No total, quatro novas medidas entram em vigor imediatamente, mas duas delas devem impactar diretamente o seu dia a dia. Vamos a elas.

O primeiro aumento é o do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que incide sobre operações de crédito, câmbio, seguros e títulos. Nesse caso, o percentual que era de 1,5% passará para 3%, ou seja, será obrigatório pagar o dobro de impostos em transações como essas. Na prática isso significa que ficará mais caro fazer empréstimos. Para compras no exterior, o IOF continua sendo de 6,38%.

Já o segundo aumento é nas alíquotas que incidem sobre as importações, mais especificamente o PIS e a Cofins. Elas sobem de 9,25% para 11,75% para, segundo o governo, “evitar que a produção doméstica seja prejudicada”. Esse aumento começa a valer somente a partir de maio e, claro, será repassado para o preço final das mercadorias.

Outras duas medidas anunciadas pelo governo não têm relação direta com o setor de tecnologia, mas vale mencionar também para seu conhecimento. O IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre cosméticos terá um aumento na alíquota. Por fim, o PIS, a Cofins e a Cide, cobradas sobre os combustíveis, também foram aumentados, o que deve resultar em um acréscimo de até R$ 0,22 sobre o litro de gasolina e R$ 0,15 sobre o litro de diesel.

Um ótimo 2015 a todos!

Cupons de desconto TecMundo: