Robin Li é o fundador do Baidu, o maior buscador em idioma chinês. Nesta semana, ele chegou ao Brasil para apresentar uma versão de sua tecnologia de buscas, o br.baidu.com, localizado para usuários do Brasil. O serviço, desenvolvido especificamente para o mercado brasileiro, foi lançado na quinta (17), no Palácio do Planalto, com a presença da presidente Dilma Rousseff e do presidente chinês, Xi Jinping.

Antes da cerimônia de lançamento, Robin Li e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Clélio Campolina, assinaram um acordo de cooperação entre Baidu e o Ministério. A assinatura foi testemunhada pelos presidentes da China e do Brasil. É previsto que, em três anos, o Baidu construirá no território brasileiro um centro de pesquisa e desenvolvimento equivalente aos demais que a empresa possui em nível mundial. Atualmente, o Baidu mantém centros em Shenzhen, Pequim, Xangai, Tóquio, Vale do Silício e Cingapura.

O centro deve focar seus esforços em desenvolver tecnologias de internet no Brasil, apoiar a formação de talentos profissionais na indústria de internet e aprofundar os intercâmbios tecnológicos nesta área entre Brasil e China. Robin Li é o único empresário representando a indústria de internet chinesa que acompanha a visita do presidente Xi Jinping ao Brasil.

Agenda no Brasil

Robin Li chegou a Brasília no dia 16 e participou de um jantar de boas-vindas oferecido pelo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. Em dezembro do ano passado, Bernardo realizou uma visita à sede do Baidu em Pequim, na China, e discutiu formas de a companhia colaborar com a ampliação do acesso à banda larga em escolas públicas brasileiras localizadas na zona rural.

Na quinta (17), o ministro Clélio Campolina se encontrou com Robin privadamente. Os dois conversaram sobre formas de colaboração entre o Baidu e o Ministério. Do encontro, ficou acordado que o Baidu contratará jovens que estudam na China e integram o programa “Ciência Sem Fronteiras”, iniciativa do governo federal para melhorar a qualificação de profissionais brasileiros.

Antes de sua chegada ao Brasil, Robin Li acompanhou o presidente chinês Xi Jinping durante sua visita à Coreia do Sul. Robin participou do Fórum de Cooperação Econômica e Comercial Sino-coreano, em Seul. Ele foi o único empresário a discursar no encontro.

Embaixador da tecnologia

O fato de Robin, um reconhecido empresário do setor de tecnologia, acompanhar o presidente Xi Jinping nas recentes viagens a Coreia do Sul e Brasil faz parte de um esforço diplomático para demonstrar a nova face inovadora da economia deste país asiático, em contraste com as décadas de 60 e 70, quando a China ainda vivia um período inicial de industrialização e comércio exterior.

Na medida em que a experiência da China em desenvolvimento de ciência e tecnologia pode servir de inspiração para a indústria do Brasil, toda a atenção que Robin Li recebeu já o tornou mais do que um simples empresário, mas um “embaixador” representando a imagem da China e a sua inovação tecnológica.

Cupons de desconto TecMundo: