No começo de julho, a GoPro revelou os detalhes de sua mais nova câmera de ação: a GoPro Hero 4 Session. Ao contrário dos outros modelos fabricados pela empresa dos Estados Unidos, a Hero 4 Session deixa de lado o já consolidado design para surgir no mercado muito mais compacta e portátil. Basta olhar para a câmera e perceber que ela tem cerca da metade do tamanho das “irmãs mais velhas”.

O TecMundo viajou para Huatulco (México) para conferir todos os detalhes da nova câmera e descobrir se toda essa compactação gerou algum problema para a qualidade das imagens da GoPro. Está curioso para saber como a nova câmera se saiu nos nossos primeiros testes? Então confira agora mesmo quais foram as impressões que tivemos ao testar o produto em situações extremas.

Design

Pela primeira vez, a GoPro deixou de lado o seu tradicional design para ser minimalista. Isso gerou muito mais portabilidade para o produto, que também tornou mais fácil a centralização das filmagens — algo bem interessante para quem usa a câmera presa aos capacetes, por exemplo. O peso também foi reduzido e garante a utilização sem incômodos em qualquer situação.

Para obter a vantagem da redução de peso e dimensões, a GoPro Hero 4 Session deixa de lado a tela LCD na parte traseira, sendo possível visualizar as filmagens somente por meio do aplicativo para smartphones ou depois de transferir os arquivos para um computador. Apesar de isso fazer falta em alguns momentos — principalmente no que diz respeito à impossibilidade de configurar a câmera sem o app —, isso acaba aumentando a autonomia da bateria.

Naturalmente à prova da água

Por muito tempo, os usuários de câmeras da GoPro tinham que trocar as capas de suas câmeras com muita frequência para que pudessem mergulhar ou ficar em ambientes chuvosos com os aparelhos. Agora, a GoPro Hero 4 Session é totalmente isolada para permitir que as filmagens sejam realizadas embaixo d’água sem qualquer problema — e sem qualquer acessório.

A resistência é excelente e permite que as filmagens sejam realizadas em até 10 metros de profundidade. De acordo com os engenheiros da GoPro, depois dessa profundidade a câmera não sofre avarias, mas a pressão da água é mais alta do que os botões do obturador podem suportar e isso pode gerar filmagens — ou interrupções delas — sem que o usuário deseje.

Captação de áudio

A GoPro Hero 4 Session conta com dois microfones — um traseiro e um dianteiro — para realizar a captação de áudio dos vídeos que são capturados. Contando com um sistema de captação inteligente, a câmera consegue identificar qual dos microfones é menos afetado pelo vento em cada caso. O resultado está em sons muito mais claros e com volume de qualidade para as filmagens.

Recursos de vídeo

As filmagens realizadas com a GoPro Hero 4 Session podem ser feitas com resoluções de até 1920x1440 pixels, sendo que isso é feito com o máximo de 30 frames por segundo. Para gravações mais fluidas e com 60 frames, a resolução máxima é de 1920x1080 pixels (Full HD), mas isso não resulta em nenhuma perda de qualidade para os consumidores. Vale lembrar que ainda existe a resolução 720p com até 100 frames por segundo, para quem quer ainda mais suavidade nas gravações.

Outra novidade bem interessante está no sistema “Looping” — que pode ser desativado facilmente. Com ele, os consumidores podem deixar a GoPro realizando as capturas ininterruptamente — ideal para quem usa o produto como câmera de bordo, por exemplo. Sempre que a memória ficar cheia, o arquivo começa a ser sobrescrito para que não exista excesso ao limite de dados.

Também para fotografia

Além dos esportistas de ação, a GoPro Hero 4 Session também é ótima para quem gosta de fotografia com os ângulos obtidos pela lente dela. É possível configurar o aparelho pelo app dos smartphones para fazer com que as fotos sejam capturadas no modo Single, Time Lapse ou Burst (disparo contínuo). Tudo isso acontece com até 8 MP e pode gerar resultados bem interessantes.

Mas vale dizer que o sensor de imagens da GoPro Hero 4 Session é inferior ao visto na Hero 4 Black ou na Hero 4 Silver. Isso significa que a câmera compacta não consegue realizar filmagens ou capturar fotografias em ambientes de baixa luminosidade com tanta qualidade quanto as suas “irmãs maiores”. Também é preciso mencionar que as resoluções deste aparelho são um pouco mais baixas e a estabilização óptica não é tão eficiente como a da top de linha.

Fácil de usar

Apesar de todas as grandes qualidades da pequena GoPro Hero 4 Session, é impossível não destacar a facilidade no uso. Tudo o que os usuários precisam fazer para iniciar a captura é pressionar o botão do obturador e aguardar um segundo. Com isso, as filmagens começam a ser feitas com a qualidade programada anteriormente — e encerradas quando o botão é pressionado novamente.

Para a captura de fotos, o processo é só um pouco diferente. Em vez de pressionar o botão uma única vez, é preciso mantê-lo pressionado por alguns segundos, até que um LED vermelho na parte traseira comece a piscar. Isso fará com que o sistema de disparo contínuo comece a funcionar — com a taxa de captura definida no aplicativo — até que o encerramento seja ordenado.

Autonomia de bateria

A promessa da GoPro é de que a nova câmera pode oferecer autonomia de cerca de duas horas — com variações para mais ou para menos de acordo com a resolução das filmagens. Em nossos testes, vimos que isso consegue ser facilmente atingido. Utilizamos a câmera por várias horas — com curtos intervalos e no formato 1080p60— e não tivemos problemas. A ausência de visores ajuda nesse processo e desligar a WiFi também pode ajudar na maior duração.

.....

Como você pode ver, a nova GoPro Hero 4 Session está realmente preparada para aguentar grandes desafios e ajudar esportistas e pilotos em diversas situações. Contando principalmente com a portabilidade e a qualidade de vídeo, a câmera promete ser realmente uma grande opção para todos.

Nos Estados Unidos, ela chega ao mercado por US$ 399. Isso significa apenas US$ 100 a menos do que a top de linha Hero 4 Black. Se você procura portabilidade, então certamente valerá a pena conferir o novo dispositivo. Caso sua busca seja mesmo por altíssimas resoluções, talvez seja melhor optar pelas câmeras menos compactas e com sensor mais complexo.

O TecMundo foi até Huatulco (México) a convite da GoPro.

Será que a nova GoPro compacta é mais interessante que as "irmãs maiores"? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: