Alguns tipos de processos de produção industrial, apesar de muito interessantes, são extremamente perigosos de serem observados a olho nu. No caso da irradiação de materiais com raios X – técnica utilizada em uma ampla variedade de setores do mercado –, um humano visualizando o processo pessoalmente seria exposto a uma dose letal de radiação, o que, geralmente, não costuma ser algo muito agradável. Para exibir o processo, um leitor do site Sploid resolveu preparar sua câmera da linha GoPro e gravar tudo de um modo mais seguro.

Andrew Seltzman explica que o irradiador industrial usado na Mercury Plastics NeoBeam fica em um certo ponto de uma longa esteira, irradiando os objetos conforme eles passam. O feixe de elétrons produzido gera cerca de 5 MeV (mega elétron-volt), o que, além de acabar com a saúde de uma pessoa presente no processo, também impossibilitaria qualquer gravação de uma câmera sem algum tipo de proteção devido à interferência dos raios X.

Para resolver isso, Andrew criou um suporte especial para sua GoPro Hero 3+ Silver, todo feito de alumínio e com um espelho de aço inoxidável posicionado a 45º, para que a lente e o sensor do aparelho não fossem atingidos diretamente pela radiação. Além disso, também foi desenvolvido um case especial, construído totalmente de chumbo, para envolver a câmera – com direito até a um vidro especial contendo 50% de chumbo na sua formação.

Com tudo isso, foi possível obter uma imagem muito mais limpa do processo de irradiação, que faz alguns dos objetos brilharem por causa da alta carga de elétrons bombardeados durante o disparo do feixe. Em alguns dos vídeos feitos por Andrew, é possível ver o adesivo que age como dosímetro – medindo a exposição à radiação – tornando-se completamente escuro assim que passa pelo raio X, mostrando que ninguém deve tentar esse tipo de experimento em casa.

Cupons de desconto TecMundo: