Às vezes, duas pessoas com trabalhos e passados bem distintos se juntam no mesmo local e formam cenas memoráveis. No Brasil, em 1987, tivemos o encontro do cantor Sting com o cacique caiapó Raoni, enquanto em termos globais, vimos recentemente, em 2012, o fabuloso Psy ensinar ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, como dançar o “Gangnam Style”. Agora, uma nova geração pode presenciar uma conversa descontraída entre Sundar Pichai, CEO da Google, e Dong Nguyen, a mente por trás de Flappy Bird.

Foi o próprio chefão da Google – nesta nova fase, pós-Alphabet – quem foi ao Twitter para postar uma foto do momento e celebrar o fato de ter encontrado Nguyen no Vietnã na última terça-feira (22). “Gostei muito de ter encontrado Dong Nguyen, criador de Flappy Bird, em Hanói hoje. Impressionante de onde os grandes desenvolvedores podem vir”, escreveu o executivo em sua conta na plataforma. O vietnamita retribuiu o gesto e mandou um tweet dizendo ter sido uma honra conhecer o indiano em sua cidade natal.

Talvez Nguyen não precise ser tão humilde, afinal, o cara é simplesmente o desenvolvedor de um dos games mais viciantes, irritantes e polêmicos no universo mobile – responsável por milhares de celulares atirados contra a parede. O alvoroço em torno de Flappy Bird foi tão grande e teve um impacto tão profundo em seu criador, que o rapaz resolveu tirar o game do ar poucos meses depois do seu lançamento – mesmo que o título rendesse cerca de US$ 50 mil ao dia (pouco menos de R$ 200 mil). A decisão, claro, deu origem a diversos clones do app.

No entanto, o desenvolvedor não sumiu do mercado, sendo responsável por lançar o igualmente difícil Swing Copters, em 2013, e sua sequência, Swing Copters 2, há uma semana. Atualmente, o negócio é tocado por Nguyen e uma equipe de mais seis pessoas em sua empresa mobile, a DotGears Studios. Um designer tão criativo e que foi capaz de emplacar três títulos viciantes um atrás do outro seria um aliado valioso para tornar o Android ainda mais atrativo para aficionados pela jogatina portátil.

Com isso, fica a dúvida no ar: qual teria sido o objetivo do chefão da Google ao se reunir com Nguyen durante sua visita ao país asiático? Será que, entre uma cerveja e outra em um barzinho em Hanói, a dupla discutiu sobre o futuro dos jogos mobile, falou sobre games exclusivos para a plataforma da Google para celulares ou – quem sabe – bolou um sistema de segurança para Gmail envolvendo a conquista de mais de 50 pontos em Swing Copters 2 para conseguir visualizar sua caixa de entrada? Por enquanto, ficamos na especulação.

Que tipo de serviço o criador de Flappy Bird poderia projetar para a Google, hein? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: