Nos últimos anos, o sistema Street View da Google tem se provado uma solução interessante para quem deseja conhecer locais novos ou até mesmo conferir o interior de edifícios importantes. No entanto, as ferramentas de navegação oferecidas pela empresa deixavam claro que estávamos lidando com fotografias, o que gerava efeitos de transição estranhos.

Atentos a essa limitação, pesquisadores da empresa se reuniram e criaram uma nova tecnologia batizada como DeepStereo. Em essência, a novidade utiliza algoritmos que transformam panoramas em viagens virtuais que exibem de forma fiel o interior de museus e outras construções.

Para “alimentar” o sistema, a equipe responsável teve que fornecer ao algoritmo utilizado uma série de imagens capturadas a partir de um veículo em movimento. Embora a novidade ainda não funcione de forma perfeita, ela parece promissora — seus criadores acreditam que ela pode ser usada não somente para tours virtuais, mas também para gerar ambientes que vão servir como base para filmes e experiências de realidade virtual.

A versão atual da tecnologia exige que uma estação de trabalho especializada se concentre por 12 minutos para renderizar somente um quadro estético. Além disso, ainda há problemas relacionados a objetos como árvores e plantas, cujos detalhes se perdem facilmente durante o processo.

Cupons de desconto TecMundo: