Uma empresa de tecnologia como a Google precisa encontrar soluções inovadoras até mesmo para problemas clássicos da gestão de pessoas que todo tipo de companhia pelo mundo tem. Em 2001, Larry Page, o então CEO da Google, chegou a demitir todos os gestores de pessoal para acabar com a burocracia e tornar as equipes mais eficientes. A ideia não deu certo, e ele acabou precisando contratar novas pessoas para essas funções.

Laszlo Bock, vice-presidente sênior de operações de pessoas, ou chefe de RH, da Google comentou que foi criada uma forma de melhorar a atividade dos gestores de pessoas da empresa através de uma pesquisa semestral. Todos os colaboradores da companhia respondem anonimamente a cada seis meses um questionário apontando as qualidades e defeitos de seus gestores.

O gestor de cada equipe recebe essas informações e apresenta para seu pessoal esses dados, que são discutidos em grupo. Soluções são propostas, e os resultados aparecem. Segundo Bock, isso só foi possível graças aos nove bons hábitos dos gestores da empresa:

  • 1. Eles dão feedbacks que ajudam os colaboradores a melhorar seu desempenho
  • 2. Eles não se intrometem em situações que podem ser resolvidas pelos funcionários independentemente
  • 3. Eles demonstram sua consideração pelos empregados como indivíduos
  • 4. Eles mantém a equipe focada em resultados e em prazos prioritários
  • 5. Eles compartilham com suas equipes informações vindas de cima, de seus gerentes e líderes sênior
  • 6. Eles promovem discussões significativas sobre o desenvolvimento de carreira de cada colaborador a cada seis meses
  • 7. Eles comunicam metas claramente para suas equipes
  • 8. Eles possuem conhecimento técnico para gerir suas equipes de forma eficaz
  • 9. Os integrantes dos seus times recomendariam seus gestores para outros colegas

Cupons de desconto TecMundo: