A Google está trabalhando em um projeto secreto visando revolucionar as baterias de celulares. A informação foi publicada nesta semana pelo The Wall Street Journal. Segundo o jornal, desde 2012 uma equipe liderada por Dr. Ramesh Bhardwaj, ex-funcionário da Apple, começou a testar baterias desenvolvidas por outras companhias em produtos da Google. Depois de um ano, o grupo começou a trabalhar nas próprias baterias.

Ainda em 2013, Larry Page, CEO da companhia, afirmou que as baterias ainda são um “problema” para a indústria e trata-se de um segmento em que “há potencial real para invenção de novas experiências”. Segundo as fontes ouvidas pelo jornal, pelo menos 20 projetos estão em andamento neste laboratório.

“A Google quer ter um controle além do seu destino nas mais várias fases da cadeia de suprimentos de hardware” destaca Lior Susan, chefe da divisão de hardware da Formation 8. “Drones, carros e qualquer outro equipamento, todos eles requerem melhores baterias”, completou.

Além dos seus projetos particulares, a empresa firmou parceria com outras companhias onde pesquisa inovações para o segmento. Essas joint ventures incluem nomes como Apple, Tesla Motors e IBM. Ainda segundo informações de pessoas ligadas aos projetos, o grupo da Google busca agora melhorar o desempenho das baterias de lítio-íon, além de reduzir o seu tamanho, podendo incluí-las até mesmo em uma lente de contato.

Cupons de desconto TecMundo: