As extensões encontradas na Web Store do Chrome vão desde as extremamente úteis, que realmente ajudam o usuário do navegador, até aquelas totalmente dispensáveis. Mas, infelizmente, algumas delas injetam malwares por meio de anúncios no PC de quem faz o download.

Por isso, a Google anunciou que já eliminou 192 extensões da Web Store. Para classificar quais deveriam ser removidas, a companhia fez um estudo ao lado da Universidade da Califórnia para encontrar os ativadores de malwares.

Segundo a Google, cerca de 14 milhões de usuários foram afetados por essas extensões. Esses milhões de pessoas usavam sistemas operacionais Windows e OS X. Além disso, 1 a cada 5 pessoas que visitam os sites da Google possuem alguma extensão que instala anúncios no navegador.

Para tentar barrar os malwares provenientes de extensões e plugins da Web Store, a Google possui alguns termos de serviço bem rígidos. A empresa comentou em seu blog que esta prática de injetar anúncios recebeu mais de 100 mil reclamações feitas por usuários em 2015.

Cupons de desconto TecMundo: