Kelly Ellis é uma engenheira de software que trabalhou na Google entre 2010 e 2014 — que é considerada por muitos funcionários como uma das melhores empresas para se trabalhar no mundo. Porém, em dezembro do ano passado, Ellis deixou a companhia e não havia revelado o motivo. Agora, de acordo com uma série de tweets, a desenvolvedora comentou que sofreu assédio sexual de seus superiores dentro da Google.

"Estou me controlando muito para não pegar a sua bunda agora", teria dito Roderick Chavez, gerente de engenharia da Google, para Kelly Ellis. Obviamente, segundo ela, foram feitas diversas reclamações à empresa. Porém, Ellis afirmou que, em vez de punir a atitude de Roderick, a Google a reprimiu porque ela havia derrubado uma bebida nele.

Outros abusos sexuais sofridos por Ellis envolvem Vic Gundotra, conhecido como o criador do Google+.

Há alguns meses, a Google divulgou um estudo sobre a diversidade de mão de obra em seus locais de trabalho: 70% dos funcionários são homens.

Cupons de desconto TecMundo: