O que as estatísticas do Google dizem sobre as pesquisas relacionadas a temas ligados a sexo? Um estudo divulgado pelo jornal The New York Times mostra que as frustrações e preocupações das pessoas que usam a ferramenta da Google para tirar as suas dúvidas são as mais curiosas e peculiares possíveis.

O estudo se baseou em algumas palavras-chave e, a partir delas, listou os termos relacionados mais associados nas buscas. É o caso de “marriage” (casamento), por exemplo. A partir desse termo a busca mais comum é “marriage sexless” (casamento sem sexo), seguido de “marriage unhappy” (casamento infeliz) e “marriage loveless” (casamento sem amor).

Já com a palavra “relationship” (relacionamento), as associações mais comuns são “abusive relationship” (relacionamento abusivo), “sexless relationship” (relacionamento sem sexo) e “complicated relationship” (relacionamento complicado).

Insegurança nas buscas

Outra característica descoberta na pesquisa é a insegurança do público masculino com relação ao próprio pênis. Praticamente todas as pesquisas associadas ao termo questionam o tamanho do membro. As mais comuns são “how to make my penis bigger” (como deixar o meu pênis maior); “how to make my penis longer” (como deixar o meu pênis mais comprido); “how big is my penis” (o quão grande é meu pênis); e “why is my penis small” (por que o meu pênis é pequeno).

O pênis é também a parte do corpo que mais chama atenção nas buscas em termos de volume (e não estamos fazendo nenhum trocadilho aqui). A cada 100 pesquisas do termos “pênis”, por exemplo, são feitas 67 relacionadas ao coração (“heart”), 57 relacionadas aos olhos (“eyes”) e 40 relacionadas à cabeça (“head”).

Cupons de desconto TecMundo: