Fonte da imagem: Google Maps

Pode parecer brincadeira, mas dois anos após do início de uma disputa judicial, o Google pagou a quantia de US$1 a um casal norte americano que reclamava por ter sua privacidade invadida pelas câmeras do Google Street View.

O serviço disponibiliza imagens panorâmicas, permitindo que usuários visualizem rotas de algumas regiões do mundo ao nível do chão. A ferramenta funciona a partir de fotografias feitas com câmeras especiais que são instaladas na parte superior dos veículos que constituem a frota da empresa.

Por este motivo, apenas ruas que permitem a passagem de carros podem ter suas imagens capturadas. Sendo assim, após a passagem pelo número 15237 da rua Oakridge Lane em Pittsburgh , as fotografias foram publicadas no servidores do Google, permitindo que qualquer um visualizasse o caminho de uma estrada particular.

Quando descobriram que sua propriedade estava disponível no serviço online, Aaron e Christine Boring iniciaram um processo na justiça, pedindo que a empresa retirasse todas as imagens do Street View. Além disso, o casal ainda solicitava uma quantia de US$25.000 por danos morais.

Após uma longa disputa judicial, esta semana a empresa e o casal entraram em um acordo: as imagens foram retiradas e o Google pagou uma quantia simbólica de US$1 pelo incômodo causado à família.

Cupons de desconto TecMundo: