Faltando alguns dias para a realização da Black Friday, um dos maiores eventos para os e-commerces no país, o buscador Google lançou um comunicado de que agora passará a ler os sites de modo diferente, levando mais aspectos de sua programação em conta na hora de indexar e definir o posicionamento dos sites.

A nova diretriz do Google passa a ver arquivos de programação dentro do site, chamados de CSS e JavaScript, que são responsáveis pela estrutura da informação como fontes, cores, botões e até funções mais elaboradas, como o preenchimento de um formulário, carregar corretamente uma imagem e diversos outros aspectos.

O problema dessa modificação de como o buscador passará a olhar para os sites presentes, é que muitos dos e-commerces nacionais, até mesmo alguns dos mais famosos, possuem os arquivos que serão utilizados nessa análise bloqueados, ou seja, os robôs que verificam a programação dos seus sites não conseguem verificar todas as informações que precisam para entender a relevância do conteúdo e conseguir classificar corretamente os sites nos resultados de buscas.

Sites precisam se preocupar com exibição da informação

Segundo o Eduardo Storini, diretor da Agência St,  ”com o algoritmo do Google considerando também a forma como o site é exibido para o usuário como fator de ranqueamento, irá obrigatoriamente forçar as empresas a  criar soluções melhores para os usuários, considerando diversos pontos que muitas vezes passam batidos, como usabilidade, acessibilidade e velocidade de carregamento, que são todos os elementos que contribuem para uma navegação melhor.

Outro ponto, é que isso irá punir mais severamente empresas que tentarem manipular o Google com conteúdo oculto do usuário apenas com objetivo de posicionar o site nas buscas.

Para que os sites se adaptem aos novos parâmetros do Google e possam estar disponíveis aos seus robôs, é necessário que verifiquem alguns aspectos de seus sites e façam as modificações necessárias, assim estarão prevenindo uma possível queda em vendas e tráfego que o site possa receber por esse meio.

Cupons de desconto TecMundo: