Depois que uma decisão da Corte Européia definiu o “direito de ser esquecido”, o Google foi forçado a remover alguns sites da sua engine de buscas. Uma vez que o proprietário de determinado domínio europeu requisitasse, o buscador retirava o mesmo da sua lista. Os críticos dessa lei, que a enxergam como uma forma de censura, decidiram criar um site chamado “Escondidos do Google”, no qual eles colocam em evidência os domínios desaparecidos.

A nova lei de privacidade europeia teve o seu início em maio deste ano, e por enquanto já foram identificados pelos menos 15 sites que decidiram desaparecer do público. Segundo a diretriz pessoas podem inclusive pedir a remoção de links que falem sobre eles de maneira que seja julgada como “injusta, ultrapassada ou contestável”.

Este é um pressuposto que pode ser usado por celebridades envolvidas em escândalos que afetam diretamente a sua privacidade, como o caso da Daniela Cicarelli na praia. Por enquanto, ainda não é possível pedir este tipo de requisição no Brasil e os links que desapareceram na Europa continuam presentes para os usuários no continente americano.

De acordo com o site “Hidden from Google”, seu objetivo é “criar uma lista que arquiva todas as ações de censura na internet. Deixamos a critério do leitor se ele acredita ou não que suas liberdades individuais estão sendo violadas pelo Parlamento da União Europeia”. Os resultados são encontrados através do cruzamento de dados entre os diferentes resultados de busca entre o Google europeu e Google americano.

Cupons de desconto TecMundo: