Berlim (AFP) - Só na sexta-feira, o Google recebeu 12 mil pedidos de internautas europeus para que seus nomes desapareçam de seu motor de busca, informou neste sábado à AFP um porta-voz do grupo. A declaração oficial confirma dados revelados pelo jornal Der Spiegel.

O gigante americano, principal motor de busca na internet, criou um formulário online acessível a todos os europeus para solicitar a remoção de links, em conformidade com a decisão emitida pela justiça europeia em meados de maio.

O Tribunal de Justiça da União Europeia considerou que os indivíduos têm o direito de exigir a exclusão de páginas encontradas através do motor de busca e que contenham informações pessoais sobre eles, especialmente se estão desatualizadas ou imprecisas. Os pedidos serão examinados individualmente, afirmou o Google.

A empresa não se manifestou sobre o tempo que levará para retirar os links, pois dependerá de cada pedido. A criação deste mecanismo de esquecimento digital responde a um temor crescente dos usuários da internet de controlar a sua reputação online, e que na Europa se soma a preocupações com a proteção de informações pessoais. Neste sentido, trata-se de um desafio para os Estados Unidos em geral, e do Google, em particular.

Via Em Resumo

Cupons de desconto TecMundo: