Anúncios publicitários direcionados na internet não são novidade há anos. Muitos de nós já sabemos que ao acessar o Facebook, o Google e até mesmo o Instagram, podemos encontrar propagandas que teoricamente possuem algum tipo de relação maior conosco – e que portanto têm maiores chances de nos impactar e realizar o seu objetivo primordial, que é fazer com que as pessoas consumam os produtos oferecidos.

Em carta sobre as divulgações das receitas em aparelhos móveis que a Google enviou ao Securities and Exchange Comission dos Estados Unidos, enviada em dezembro do ano passado, previsões econômicas dizem que anúncios específicos em "refrigeradores, painéis de carros, termostatos, óculos e relógios" são algo bastante plausível. Isso não é algo exatamente inédito, já que alguns aparelhos que possuem o Android, como o Galaxy Gear (o relógio inteligente da Samsung), oferecem esse tipo de possibilidade.

Inclusive, alguns fabricantes de automóveis já disseram que vão trazer o Android como SO de seus veículos, como nós já publicamos aqui no TecMundo. Entre as montadoras que terão o sistema operacional da Google em seus veículos já estão confirmadas: Honda, Hyundai, Audi e General Motors – e esse número pode crescer. Consequentemente, é provável que o painel desses carros, que terá o suporte do Android, também mostre anúncios específicos provindos das contas do Google das pessoas.

“A expectativa é de que os usuários vão utilizar os nossos serviços e visualizar os nossos anúncios em uma variedade crescente de dispositivos em um futuro próximo”, diz determinado trecho da carta. Como o Android parece estar chegando mais rapidamente aos outros dispositivos que não se limitam aos smartphones ou aos tablets, é curioso pensar que em algum ponto do futuro podemos encontrar propagandas do Google em nosso próprio refrigerador em casa.

Cupons de desconto TecMundo: