Embarcação ainda não tem roteiro definido. (Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Finalmente a Google resolveu revelar o mistério das balsas que tem construído em várias localidades dos EUA. Na verdade, nem tudo está de fato esclarecido, mas agora temos palavras oficiais sobre o que devem ser esses espaços.

A primeira das balsas a ser descoberta foi a de São Francisco. Até o momento, várias teorias cercavam o assunto, dizendo que poderia se tratar de um data center flutuante, uma loja exclusiva de produtos Google e várias outras possibilidades.

Contudo, como uma emissora de TV local já havia esclarecido anteriormente, os barcos devem ser espaços para exibição de novidades da Gigante das Buscas. “Google Barge... Seria um data center flutuante? Um barco para a festa rolar solta? Uma balsa com os últimos dinossauros vivos? Infelizmente, nenhuma das anteriores. Mesmo assim, ainda é cedo para dizer que as coisas não devem mudar. Nós estamos planejando usar as balsas como um espaço interativo onde as pessoas possam conhecer novas tecnologias”, explicou um porta-voz da Google ao TechCrunch.

Com tudo isso, podemos perceber que, apesar de a empresa já ter um planejamento minimamente claro para seus barcos, ainda há chances de tudo ser alterado, o que parece improvável. Fora isso, falando em “novas tecnologias”, não dá para imaginar que o Google Glass não seja parte importante desse projeto, já que o dispositivo é basicamente a grande nova tecnologia da empresa que ainda não está disponível no mercado e que pode ser mostrada de forma “interativa”, como esclareceu o porta-voz.

De qualquer forma, o fato de esse espaço para interação das pessoas com os produtos da Google estar sendo construído em cima de balsas ainda não está explicado oficialmente, mas acredita-se que essas embarcações devam viajar o mundo ou, pelo menos, algumas cidades litorâneas dos EUA.

Cupons de desconto TecMundo: