(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Após denúncias apresentadas pela Microsoft e pela E-Commerce Media Group, a Google está sendo investigada pelo CADE por conta de práticas consideradas anticompetitivas. Segundo os três processos administrativos abertos contra a empresa, ela está privilegiando seus próprios serviços nos resultados de buscas, como o Google Shopping.

O órgão regulatório vai avaliar se a companhia está utilizando alguma espécie de mecanismo para confundir os usuários na hora de identificar os resultados de uma pesquisa. A E-Commerce afirma que o Google Search permite a veiculação de anúncios veiculados pelo Google Shopping, opção que não está disponível para os concorrentes.

Além disso, também há a denuncia de que a Google recusou a venda de espaço para um anúncio com foto do site Buscapé. Em um momento posterior, a empresa teria exigido o acesso a dados comercialmente sensíveis como forma de permitir que a propaganda fosse veiculada.

O CADE também vai investigar se a organização está usando uma técnica conhecida como “scraping” para se apropriar do conteúdo de sites rivais. "De acordo com a denúncia, uma vez que as opiniões dos usuários sobre produtos e serviços agregam informações relevantes e são um atrativo para ferramentas de buscas temáticas para compras, com essa prática o Google estaria subtraindo vantagens competitivas detidas por esses rivais e delas se beneficiando", afirmou a instituição em um comunicado à imprensa.

Cupons de desconto TecMundo: