(Fonte da imagem: Reprodução/The New York Times)

A partir do dia 11 de novembro, a Google pode passar a usar suas resenhas de produtos e fotografias publicadas em redes sociais em seus anúncios. Em um momento inicial, a iniciativa deve ser usada para mostrar a opinião de consumidores em relação a serviços como lojas e restaurantes.

“Queremos dar a você — e a seus amigos e conexões— as informações mais úteis. Recomendações de pessoas que você conhece muito bem. Assim, seus amigos, familiares e outras pessoas podem ver seu nome, fotografias, conteúdos que você compartilha e anúncios marcados com o símbolo +1”, explica a companhia.

Segundo a Google, tais informações só devem ser exibidas para aqueles com quem você já está acostumado a compartilhar conteúdos. Com isso, não há o risco de que informações pessoais sejam obtidas por estranhos que podem utilizá-las de maneira inapropriada.

Através do painel de configuração do Google+, a empresa permite que aqueles incomodados com a novidade deixem de participar dela. Além disso, usuários que possuem menos de 18 anos de idade não vão ter quaisquer de suas ações ou comentários compartilhados pelo novo sistema.

A decisão faz parte da Atualização dos Termos de Serviço da companhia, que dão mais detalhes sobre como funciona o novo sistema — clique aqui para acessá-los. Vale notar que a companhia já está enviando avisos sobre as alterações em sua política para diversos usuários espalhados ao redor do mundo, incluindo os brasileiros.

Cupons de desconto TecMundo: