(Fonte da imagem: Whale)

Os agentes secretos são figuras célebres do nosso imaginário. Quando ouvimos falar neles, vem à mente aquele arquétipo que consiste em terno preto, óculos escuros, fones auriculares e carros pretos com vidros escuros esfumaçados. Seis dessas figuras nada amigáveis bateram à porta de uma família norte-americana após ela ter pesquisado por panelas de pressão e mochilas no Google.

Michele Catalano narra a história em um artigo publicado no site Medium.com. Ela explica que havia utilizado o consagrado buscador para ver preços de panelas de pressão e que seu marido estava à procura de uma mochila. Michele reconheceu que “talvez, em outros tempos, essas duas coisas juntas seriam inofensivas, mas estamos nos tempos atuais”. São as palavras da mãe da família no artigo.

De acordo com ela, o filho de 20 anos do casal é “viciado em internet” e teria lido sobre a fabricação de bombas caseiras similares às que foram utilizadas no atentado que ocorreu em Boston. As bombas foram feitas com panelas de pressão.

Tudo aconteceu como num filme hollywoodiano: três carros com vidros escuros esfumaçados estacionaram em frente à casa e seis agentes desceram e se espalharam pelo quintal. Deles, dois se dirigiram à porta da casa para abordar a família.

As buscas no Google teriam disparado alguma espécie de alarme ou sensor na sede da força-tarefa antiterrorismo do país.

Qualquer lembrança de Matrix (com o notório agente Smith) é mera coincidência.

Cupons de desconto TecMundo: