AmpliarO Departamento de Justiça dos Estados Unidos permitiu a venda da Motorola Home ao grupo empresarial Arris por US$ 2,35 bilhões (cerca de R$ 4,65 bilhões, na conversão direta). Anunciada na última sexta-feira, a transação ainda precisava da aprovação do departamento por conta de um processo relacionado a patentes que a unidade da Motorola está sofrendo por parte da TiVo.

O setor da Motorola Home foi adquirido pelo Google como parte da compra da Motorola Mobility por US$ 12,5 bilhões no ano passado. No caso, a Motorola Home era responsável pela fabricação de decodificadores de vídeo utilizados para receptar o sinal de serviços de TV a cabo. No entanto, o negócio não estava alinhado aos objetivos do Google, e sim mais interessado no setor de dispositivos móveis da empresa para ajudar a fortalecer o seu sistema operacional Android.

A venda da Motorola Home (cujos trâmites finais devem acontecer até quarta-feira) fará com que 7.000 funcionários saiam da folha de pagamentos do Google para passar a ser responsabilidade do grupo Arris. Ao mesmo tempo, a gigante das buscas também vai se livrar dos processos relativos a direitos autorais enfrentados pelo setor da Motorola Home. Em troca, o grupo Arris poderá usar as patentes do departamento adquirido para melhorar o equipamento que oferece aos provedores de TV e internet a cabo.

Além disso, os termos do acordo também preveem que a companhia fundada por Larry Page e Sergey Brin vai receber US$ 2,05 bilhões em dinheiro e US$ 300 milhões em ações da organização, dando ao Google a posse de 15,7% do grupo Arris.

Cupons de desconto TecMundo: