(Fonte da imagem: Reprodução/Dave Winer)

Embora a iminente morte do Google Reader tenha gerado uma onda de descontentamento pela internet, não são todas as pessoas que parecem se incomodar com o fim do serviço. Entre elas está Dave Winer, uma das pessoas responsáveis pela criação do RSS e dos blogs como os conhecemos.

Em uma atualização publicada em sua página pessoal, Winer afirma que nunca se sentiu confortável em usar o recurso. Segundo ele, há diversas alternativas para se manter atualizado às notícias mais atuais, cuja forma de apresentação no Reader nunca esteve próxima ao que ele considera mais confortável.

Declaração polêmica

“Não vou sentir sua falta. Nunca usei aquilo. Não acreditava na ideia de que o interesse de uma grande companhia como o Google era tão próximo ao meu que eu poderia confiar neles para obter todas as minhas notícias. Além disso, nunca gostei do formato de caixa de mensagens para lidar com novidades. Quem se importa com o número de itens não lidos?”, afirma o criador do RSS em seu texto.

“Da próxima vez, por favor paguem um preço justo pelos serviços dos quais vocês dependem. Eles têm uma chance maior de sobreviver às bolhas”, disse Winer, cutucando aqueles que optavam pelo Reader graças à sua gratuidade. Devido à grande quantidade de respostas negativas que a declaração gerou, ele foi obrigado a remover a seção de seu site que permitia a participação de leitores.

Cupons de desconto TecMundo: