(Fonte da imagem: Reprodução/TheVerge)

Há oito anos, a Google começou a digitalizar todos os livros do mundo, o que resultou em um trabalho árduo e no Google Books. Por conta disso, a empresa começou a manusear cerca de 130 milhões de títulos únicos em um processo de digitalização lento e nem um pouco prático.

Para tornar o processo de trabalho mais fácil, os engenheiros da Google que trabalham nesta iniciativa criaram um scanner voltado exclusivamente para livros. O aparelho é capaz de digitalizar página por página e faz isso usando o sistema de sucção de um aspirador de pó comum. Dessa maneira, é possível digitalizar mil páginas em apenas 90 minutos, sem precisar do suporte de algum colaborador.

Patentes abertas para qualquer pessoa usar

Um dos pontos mais interessantes do projeto é o fato de que ele é fruto do esforço “extracurricular” dos engenheiros da Google. Isso acontece porque a empresa permite que os funcionários utilizem 20% do tempo de trabalho em atividades pessoais.

Além disso, todas as patentes do scanner são abertas — ou seja, você pode usá-las para construir o seu próprio aparelho. Contudo, essa “brincadeira” não vai sair de graça, pois todo o material usado vai levar cerca de US$ 1,5 mil (mais ou menos R$ 3 mil) embora do seu bolso.

Cupons de desconto TecMundo: