(Fonte da imagem: Reprodução/NianticProject)

Como você deve ter visto aqui no Tecmundo, a Google está trabalhando em um projeto muito misterioso e secreto: o Niantic Project. Agora, John Hanke — que é vice-presidente de Gestão de Produtos da empresa — acabou com o grande “segredo” e contou qual o objetivo dessa iniciativa.

Segundo o executivo, a Google planeja usar o Niantic Project para explorar a computação ubíqua — que também é conhecida como computação pervasiva e diz respeito a uma tecnologia praticamente onisciente. Ou seja, esse projeto criaria produtos que acompanhariam você em todos os momentos do seu cotidiano.

Dessa maneira, os dispositivos tecnológicos podem interagir de maneira mais inteligente com as pessoas — e um pequeno exemplo disso é o aplicativo Field Trip, que mostra informações interessantes sobre pontos turísticos visitados por você. Por conta desse tipo de desenvolvimento tecnológico, a realidade aumentada pode ser levada para um nível jamais visto.

Mas no que isso mudaria a minha vida?

Quando a computação ubíqua realmente se desenvolver, os dispositivos eletrônicos vão sair do primeiro plano. Com isso, você não vai mais precisar tirar o smartphone do bolso para acessar certas informações, por exemplo, pois ele conversaria com outro aparelho e a “mágica” aconteceria diante dos seus olhos.

A computação estaria presente em todos os locais e serviços, o que facilitaria a sua vida e a execução de diversos tipos de ações. Por conta disso, ela estaria em praticamente todos os lugares e “conversaria” com você, se adequando à sua rotina.

Parece uma realidade muito legal, não é?

Cupons de desconto TecMundo: