Kirk utiliza um smartphone, quer dizer, um comunicador. (Fonte da imagem: FilmJunk)

Os livros e filmes de ficção científica sempre são citados como influências para empresas e inventores na hora de criar suas engenhocas. A diferença é que, desta vez, o vice-presidente e engenheiro sênior de pesquisas do Google, Amit Singhal, declarou abertamente que a série “Star Trek” foi sua grande inspiração para muitas das inovações introduzidas pela empresa nos últimos anos.

Ele conta que sempre sonhou com um assistente que tenha as respostas a todas as perguntas e seja capaz de entender e traduzir qualquer idioma. Parece familiar? O comunicador da televisão também serviu como ponto de partida para as tecnologias móveis da Google, entregando todo o conteúdo do mundo na palma da mão do usuário.

(Fonte da imagem: Divulgação/Google)
Singhal enxerga um futuro cada vez mais parecido com o convés da Enterprise. Muito em breve, diz ele, será possível interagir por meio da voz com dispositivos espalhados pela casa. A resposta a uma pergunta apareceria em todo lugar: na TV, no Google Glasses ou em telas espalhadas por eletrodomésticos como a sua geladeira, por exemplo.

Sistemas humanos

A tecnologia para realizar tudo isso já existe, apesar de ainda ser muito cara para o consumidor comum. O grande foco de Singhal e do Google, agora, é aperfeiçoar os sistemas de detecção de vozes e perguntas, gerando conversas mais espontâneas e naturais entre as pessoas e os computadores.

O grande desafio é fazer com que as máquinas entendam contexto e, mais do que isso, respondam de maneira adequada a isso. Para o engenheiro, essa é a tarefa mais complicada.

Fonte: Daily Mail, Google

Cupons de desconto TecMundo: