Funcionários da Motorola em Jaguariúna. (Fonte da imagem: Reprodução/PortalCTB)

A Motorola Mobility tem planos de retornar ao mercado como uma empresa top de linha, ofertando smartphones avançados. Para começar a colocar tudo isso em prática, foi necessário comunicar a demissão de 4 mil funcionários — sendo que dois terços desses empregados trabalham fora dos Estados Unidos.

Como já era de se esperar, até mesmo a fábrica brasileira da empresa foi afetada. Ela fica localizada em Jaguariúna (SP) e vai ter 220 funcionários dispensados, todos eles da área administrativa.

Contudo, as pessoas que forem demitidas vão ser indenizadas com 50% do seu salário por ano trabalhado, com um teto de cinco pagamentos. Além disso, uma ajuda para recolocação no mercado de trabalho vai ser ofertada.

É tudo culpa da Google

A Motorola Mobility foi comprada pela Google no ano passado, por US$ 12,5 bilhões (cerca de R$ 25 bilhões). Como o foco da gigante de Mountain View está em poucos modelos de celulares, mas que tenham qualidade superior aos que são ofertados no mercado, foi necessário reformular a maneira de trabalho da empresa “recém-adquirida”.

Fonte: Folha de São Paulo

Cupons de desconto TecMundo: