O que você espera visualizar em sua tela quando pesquisa “Qual o prédio mais alto do mundo?”. A resposta para a pergunta, é claro. Infelizmente, o buscador Google não faz isso, pois os resultados são mostrados de acordo com as palavras-chave e a relevância das páginas referentes a elas. Mas isso pode mudar em breve, pois o motor pode passar a ser mais semântico.

Isso significa que, em vez de o Google entender apenas as palavras isoladamente, também serão compreendidos os contextos e o significado das frases como um todo. O algoritmo do buscador deve ser alterado para um sistema mais parecido com o que oferece o Wolfram Alpha – só que muito mais rápido, esperamos.

O algoritmo misterioso

Assim como acontece com todas as versões do algoritmo, não há muitas informações de como o novo sistema será composto. Mas já é claro que a Google está tentando oferecer um processo muito mais veloz e direto para seus usuários. Com isso, a empresa parece estar querendo deixar os internautas cada vez mais presos às suas páginas.

Se isso vai funcionar ou não, só saberemos em alguns meses. O motivo para a espera? Amit Singhal (executivo da Google e principal responsável pelo buscador) já disse que a empresa de Mountain View está testando diversos novos tipos de pesquisas, mas os novos códigos serão implantados somente quando houver um banco de dados suficientemente estável e confiável.

Cupons de desconto TecMundo: