Recentemente, o Google anunciou que passará a ajudar seus usuários do Gmail a distinguir mensagens legítimas de maliciosas, mostrando-lhes se a identidade de um remetente é confiável e se uma mensagem pode ter sido adulterada ou visualizada em trânsito. A orientação básica de um dos maiores provedores de serviços de e-mail do mundo é que internautas redobrem sua atenção ao receberem mensagens contendo um ícone de cadeado quebrado ao lado do nome do remetente ou um ponto de interrogação vermelho em vez da foto do perfil ou avatar.

Especialistas da Return Path avaliam que o anúncio deve ser interpretado por profissionais de e-mail marketing como um alerta em relação aos cuidados, como processo de encriptação e autenticação de suas mensagens, para que suas campanhas não resultem na perda de leads, conversões e oportunidades de negócio. “Os novos recursos do Gmail estabelecem uma ligação direta entre a autenticação do e-mail e o engajamento do usuário. A tendência é de que, no futuro, todos os e-mails devam passar pela autenticação”, ressalta Robert Holmes, Gerente Geral da solução de Email Fraud Protection da Return Path.

Pesquisas apontam que empresas atribuem 23% de suas vendas totais ao e-mail, e que 73% dos profissionais de marketing concordam que o canal é essencial para os negócios, resultando em um ROI de, em média, US$38 para cada US$1 investido. Atualmente, a implementação do protocolo DMARC (Domain-based Message Authentication Reporting and Conformance) é a maneira mais eficiente para que as empresas blindem suas mensagens legítimas, protegendo clientes, marca, reputação, negócios, engajamento e entregabilidade.

Via assessoria

Cupons de desconto TecMundo: