Com o anúncio da plataforma Android TV, era um tanto estranho o fato de que a Google ainda parecia disposta a dar suporte à plataforma Google TV. Para acabar com essa impressão, a companhia anunciou na última terça-feira (6) a morte da plataforma, cujas ferramentas de desenvolvimento deixaram de ser oferecidas.

O anúncio surgiu através da rede social Google+, na qual a companhia publicou uma mensagem em que esclarece que o Android 5.0 Lollipop e o Android TV constituem o futuro no segmento de televisores. “No futuro, vamos nos focar em nossa experiência de sala de estar no crescente ecossistema do Android TV e do Google Cast”, afirma a empresa em sua declaração pública.

A Google esclarece que, apesar de não fornecer mais as ferramentas de desenvolvimento do Google TV, todos os aparelhos e aplicativos compatíveis com o sistema vão continuar funcionando normalmente. “Uma quantidade pequena de dispositivos Google TV vai ser atualizada para o Android TV, mas a maioria das TVs com o sistema não vai suportar a nova plataforma”, esclarece a companhia.

Embora a empresa não tenha descontinuado oficialmente a plataforma, na prática ela fez justamente isso ao cortar o acesso às suas ferramentas de desenvolvimento. Algo que faz sentido, visto que o Android TV é um sistema que, apesar de ainda falho em alguns pontos, se mostra mais amigável e intuitivo do que a opção anterior oferecida pela companhia — além de contar com nomes de peso como Philips, Sony, Sharp e Qualcomm.

Cupons de desconto TecMundo: