Televisão versus internet. A rivalidade que surgiu entre os dois formatos desde que a web passou a suportar a exibição de vídeos caminha agora para a convergência. Se a linguagem de uma acabou por influenciar a outra, o mesmo pode ser dito para o layout e o estilo de navegação pelos vídeos apresentados na web.

Nesta semana o YouTube ativou um novo serviço para os seus visitantes. Ainda em fase de testes, o protótipo chama-se Leanback e permitirá aos usuários assistir a todos os vídeos do site sem que para isso seja preciso utilizar o mouse para procurar e navegar entre eles.

"Assim como o próprio nome indica, o Leanback [numa tradução direta "leanback" tem o significado de "recostado"] foi feito para deixar você sentar, relaxar e se divertir. Assistir ao YouTube se tornará tão fácil quanto assistir à TV”, destacou Kuan Yong, gerente sênior de produto, em um post no blog do YouTube.

Conhecendo a novidade

Para conferir o novo visual basta acessar este endereço. O site é aberto no browser em tela inteira e para navegar pelo conteúdo basta usar o teclado, dispensando completamente o mouse. É preciso ter uma conta de usuário dos serviços do Google - como o próprio YouTube ou o Gmail - para conferir a novidade.

A tela inicial lista alguns dos vídeos mais vistos recentemente. Para buscar um vídeo específico use as setas do teclado. Clicando para cima duas vezes é exibida a barra de pesquisa. Nela digite o termo desejado e tecle Enter. Os resultados são exibidos em uma espécie de linha do tempo, logo na parte de baixo da tela. Basta selecionar o vídeo e pressionar Enter para assisti-lo.

Visual do Leanback

Utilizando a seta para cima é aberto ainda o menu de execução. Para avançar, retroceder ou colocar um vídeo em pausa, é só usar as setas laterais do teclado. Logo abaixo, nos dois últimos submenus, são exibidos vídeos por categorias, com ou sem imagens em miniatura para identificação.

A proposta neste item é que o usuário tenha uma experiência contínua, sem interrupções. Ao dar play em um vídeo, os arquivos seguintes são automaticamente carregados na sequência. Ou seja, basta se sentar no sofá e se preparar para passar uma tarde inteira assistindo ao YouTube.

Ainda não há confirmação, mas o experimento pode ser parte complementar da primeira geração dos aparelhos Google TV. O objetivo é tornar a experiência do usuário de internet mais próxima ao que ele está acostumado com os aparelhos de televisão.

Escolha o tema, sente no sofá e relaxe assistindo o YouTube.

Versão mobile do YouTube com suporte para HTML5

Outra novidade anunciada nesta semana é a compatibilidade da versão mobile do YouTube com a linguagem HTML5. Com isso o Flash passa a ser dispensável para exibição dos vídeos, uma ótima notícia para usuários de produtos da Apple como o iPhone, iPod e iPad.

Porém a boa notícia para por aí, pelo menos por enquanto. Ao acessar a página o usuário é convidado a instalar um app para execução dos vídeos. Outro aspecto é que o navegador também precisa ser compatível com a nova linguagem e, pelo menos por enquanto, a maioria deles não é.

A nova versão apresenta uma interface mais limpa e com maior qualidade de imagem. A velocidade de carregamento dos vídeos, segundo as primeiras análises, também surpreendeu positivamente. Outros recursos ainda devem ser implementados, como listas, publicidade e botões para avaliação dos vídeos.

O que você achou desta novidade apresentada pelo YouTube? Quais foram as suas primeiras impressões do Leanback? Participe com a sua opinião nos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: