O cemitério São João Batista, localizado no Rio de Janeiro, agora pode ser visitado virtualmente através do Google Street View. Ele se tornou o primeiro na América Latina a ser mapeado, em um processo que terminou há cerca de um mês e levou dois dias para ser completado.

No tour virtual é possível visualizar, entre as mais de 60 mil tumbas, alguns túmulos de personalidades, como Cazuza, Carmen Miranda, Antônio Carlos Jobim, Santos Dumont e outros. Há também um mausoléu reservado para os membros da Academia Brasileira de Letras.

Túmulo do cantor Cazuza, visualizado a partir do Google Street View no cemitério São João Batista

O cemitério foi fundado em 1852 por Dom Pedro II e conta com exemplos raros da arte sacra dos séculos 19 e 20. Além disso, a primeira escultura abstrata feita no Brasil, esculpida por Rodolfo Bernadelli em 1915, está lá.

Trekker: o equipamento que possibilitou o mapeamento do São João Batista

O registro das imagens foi feito com a utilização do Trekker, um equipamento desenvolvido pela Google para o mapeamento feito a pé. Ele consiste em uma mochila com uma supercâmera com 15 lentes que fotografam de forma simultânea e automática, a cada 2 segundos.

O Trekker permite que as inscrições nos túmulos sejam legíveis para os usuários. Tudo fica armazenado em um HD e então é enviado para o sistema da Google para o devido processamento.

Galeria 1

O São João Batista, no entanto, não é o primeiro cemitério a ser mapeado utilizando o acessório: o Arlington, em Washington, teve seu tour virtual através do Google Street View inaugurado em 2013.

Para conferir, basta clicar aqui. Note que, logo de cara, você já iniciará sua visita de frente para o túmulo da cantora e atriz Carmen Miranda – a partir daí, é só explorar. Uma lista das pessoas famosas enterradas no São João Batista pode ser encontrada no site oficial do cemitério, junto com as localizações.

Cupons de desconto TecMundo: