A Google parece disposta a seguir os passos da Microsoft. De acordo com uma patente registrada recentemente pela companhia, é provável que, no futuro, as buscas que você efetua no Google Search incluam também arquivos e dados locais de seu computador, da mesma forma que acontece com a caixa de buscas da Cortana, assistente do Windows 10.

Isso significa que, ao pesquisar por determinada palavra-chave no mecanismo de busca da companhia, você receberá não apenas resultados de sites (como acontece hoje em dia), mas também de documentos de seu HD e informações retiradas de programas instalados na sua máquina. Digamos que você tenha um álbum do Michael Jackson em seu PC – ao pesquisar sobre o artista no Google, o serviço também mostrará essas músicas que você possui armazenadas no disco rígido, por exemplo.

Ainda não se sabe exatamente como esse sistema funcionará e como a companhia conseguirá vasculhar tudo o que o usuário possui em sua máquina, mas é improvável que essa varredura seja feita sem o consentimento do internauta. Ainda assim, se tal patente se transformar em um serviço real, não vai demorar muito até que discussões sobre privacidade e segurança eclodam ao redor da web.

Você acha que os serviços da Google são uma ameaça à sua privacidade? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: