A Google Play, a loja de apps do Android, começou aceitar pagamentos via PayPal para compra de apps e de praticamente qualquer outro tipo de conteúdo digital presente na loja. Ainda assim, essa novidade ficou limitada a apenas 12 países, o que acabou não incluindo o Brasil, como era de se esperar da Google nesse serviço. Na lista de nações em que a modalidade foi incluída estão os EUA e o Canadá, nas Américas, e o restante são todos países europeus.

Mesmo nesses lugares, a forma de pagamento só pode ser utilizada para comprar apps, livros, filmes e qualquer outra coisa que se venda digitalmente na loja. Celulares, acessórios e outros elementos físicos, presentes na Google Play de algumas dessas regiões, só podem ser adquiridos da maneira tradicional, com um cartão de crédito sincronizado à Google Wallet do cliente.

Novo método já foi liberado nas regiões informadas

Além do novo método de pagamento, a Google expandiu o já existente sistema de pagamento via fatura da operadora de celular. Agora, é possível comprar aplicativos e outros conteúdos na Google Play e ser cobrado na conta de telefone em 24 países, o que também ainda não incluiu o Brasil. Não há detalhes sobre mais uma possível expansão desse meio de pagamento, mas acredita-se que pelo menos uma operadora brasileira aceite fazer parte desse sistema nos próximos anos.

Há ainda algumas novidades a respeito do suporte de vendas de apps pela loja com moedas locais em mais países e algumas outras facilidades para os consumidores. Para os desenvolvedores, entretanto, nenhuma regra ou procedimento foi alterado.

Cupons de desconto TecMundo: