Acabou a era dos bloqueadores de anúncios no Android. (Fonte da imagem: Reprodução/RL-Team)

A Google está cheia de surpresas ruins nessa semana. Primeiro foi o fim do Google Reader e, agora, foi a vez dos bloqueadores de anúncios do Android sofrerem o “peso da justiça”. De acordo com notificações que a empresa enviou para os desenvolvedores desse tipo de aplicativo, eles foram todos removidos da Google Play por interferir nos serviços e atividades legais de outras ferramentas, indo contra a política da loja.

Ou seja, como a Google permite que desenvolvedores incluam anúncios em seus apps para conseguir fornecer os produtos de graça, os Ad-Blockers estariam infringindo os termos de serviço da Google Play, estando, portanto, banidos de lá.

Os esforços da empresa para acabar com a prática no Android já tinham começado com as novas funções do Jelly Bean 4.2.2, que permitia bloquear essas ferramentas. Entretanto, a empresa resolveu cortar o mal pela raiz hoje com a remoção dos apps da loja de uma vez por todas. Ainda assim, como o Android aceita a instalação de ferramentas de fora da loja da Google, esses aplicativos ainda devem ter uma sobrevida.

Entre os mais famosos recursos desse gênero, estavam presentes na Google Play o AdBlock Plus, Adfree Android, Adaway e alguns outros.

Cupons de desconto TecMundo: