Bastou que saíssem as primeiras notícias de que a Google já estaria trabalhando nos sucessores da família Pixel – agendados para este ano – para que os rumores a respeito desses aparelhos começassem a circular pela web. O mais recente deles se refere a como esses dispositivos vem sendo chamado internamente pelos funcionários e engenheiros da Gigante das Buscas.

Sim, muito dificilmente você vai ver termos como Google Pixel 2 e Pixel XL 2 dando as caras em documentações e arquivos que circulam dentro da empresa. Sendo assim, o mais provável é que esses dois brinquedinhos venham sendo chamados, respectivamentes, pelos condinomes “walleye” e “muskie”. Diferentemente de “Marlin”, nome utilizado na fase de desenvolvimento do Pixel XL original, os dois termos não querem dizer muita coisa nem dão dicas sobre os produtos.

Detalhe sutil, mas que reforça rumores recentes

Independentemente disso, há alguns detalhes que dão força para esse rumor ao redor da alcunha dos gadgets. Isso porque pelo menos um deles já pode ser encontrado dentro do próprio Android através do uso de ferramentas de análise de código. Como dá para conferir na imagem acima, o “walleye”aparece em uma linha relacionada a testes do sistema operacional com esse suposto novo hardware.

Por falar em componentes e especificações, as informações a respeito dos irmãos mais novos do Pixel e do Pixel XL ainda são bastante desencontradas. Algumas fontes falam da presença de chips Snapdragon 835, enquanto outras não descartam a possibilidade de processadores Intel. Melhorias na câmera, acertos no departamento de áudio e até a remoção da entrada para fones de ouvido também são itens esperados para esses próximos lançamentos da Google. Por enquanto, ainda parece muito cedo para acreditar em todos esses pontos, mas os vazamentos devem se intensificar muito em breve.

Cupons de desconto TecMundo: