Você já deve estar sabendo que há grandes chances de os novos smartphones da Google não se chamarem mais "Nexus".

Ao que tudo indica, a partir da geração que está por vir eles devem ser chamados de "Pixel" — assim como um tablet Pixel C anunciado no ano passado.

E de acordo com informações que chegaram à imprensa internacional nesta semana, há grandes chances de que os novos aparelhos não sejam voltados à parte "hi-end" do mercado de smartphones.

Isso porque é quase certo que o Google Pixel  e Google Pixel XL cheguem ao mercado com proteção IP53 — algo que é menos poderoso do que as proteções vistas nos principais modelos de smartphones das grandes fabricantes, como IP67 ou IP68.

Ter certificação IP53 significa que os smartphones terão "certa proteção contra água e poeira". O primeiro dígito "5" representa menor resistência do que os modelos "6". Já o segundo dígito "3" diz que os dispositivos resistem à "água caindo como um spray em um ângulo de até 60 graus verticais".

Ou seja: nada de jogá-los no chão de um deserto ou mergulhar os celulares na piscina. A Google deve anunciar os novos smartphones no dia 4 de outubro, como já noticiamos aqui.

Cupons de desconto TecMundo: