(Fonte da imagem: Google Maps / Reprodução)

A Google deverá remodelar a maneira como as favelas cariocas são exibidas no Google Maps, de forma a tornar mais organizado o número excessivo de favelas que aparece atualmente no sistema. A informação foi veiculada nesta semana no jornal O Globo.

Segundo o periódico, o principal objetivo da mudança é tornar as informações mais organizadas e acessíveis, de forma a não intimidar turistas. Bairros como Humaitá e Cosme Velho, por exemplo, não aparecem no mapa devido à quantidade de nomes de favelas.

O problema, segundo a reportagem, está no algoritmo do Google, que reconhece cada nome de favela como um bairro. Assim, favelas pequenas e praticamente desconhecidas têm o mesmo peso de bairros grandes e populosos.

Não houve nenhuma reclamação formal de algum órgão público junto à Google. Entretanto, a empresa se comprometeu a modificar os dados no prazo máximo de um ano. Assim, as informações devem estar organizadas antes do início da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Cupons de desconto TecMundo: