(Fonte da imagem: Google Public Alerts)

A Google estreou na última quarta-feira (25 de janeiro) a plataforma Public Alerts para o Google Maps, através da qual pessoas podem marcar lugares que devem ser evitados. Através do sistema, quem consulta o serviço de mapas pode ficar ciente quanto a tempestades, enchentes, terremotos e outros desastres naturais.

Para verificar a ocorrência de problemas, não é preciso visitar nenhuma localização específica; basta digitar no campo de endereços termos como “inundação em Indiana” ou “tempestade em Nova York”. Vale notar que, até o momento, a nova característica do serviço só está em pleno funcionamento para visitantes localizados nos Estados Unidos.

As informações divulgadas pela Google usam como base os boletins da US National Oceanic and Atmospheric Administration, do US National Weather Service e do US Geolocial Survey. Ao lado dos indicadores de problemas, há um botão através do qual é possível obter informações detalhadas sobre as situações reportadas — os alertas ativos são classificados automaticamente conforme a severidade do desastre.

Até o momento, somente a versão para desktops do Google Maps conta com o novo recurso. A empresa não divulgou quando a novidade chega a seus aplicativos móveis, porém tudo indica que somente smartphones com o sistema operacional Android poderão aproveitar a função.

Cupons de desconto TecMundo: