(Fonte da imagem: Reprodução)

De acordo com o site BBC News, a partir do dia 1º de janeiro de 2012, a Gigante de Mountain View começará a cobrar os acessos à API do Google Maps por sites com fins lucrativos. Segundo a publicação, caso excedam 25 mil utilizações, os serviços terão que pagar US$ 4 a cada mil acessos.

A restrição foi estipulada devido à alta demanda de alguns serviços, como sites de viagens, serviços que calculam tarifas de táxi e qualquer empresa que oferece a visualização da sua localização pelo Google Maps diretamente na sua página. Com o fluxo demasiado da API, o desempenho da ferramenta de localização para usuários convencionais começou a ser afetada.

"Nós entendemos que a introdução desses limites pode ser preocupante", comentou Thor Mitchell, gerente de produto da Google. "No entanto, com o crescimento contínuo da adoção da API do Google Maps, é preciso cuidar do seu futuro em longo prazo, garantindo que, mesmo quando usado por sites com fins lucrativos em grande escala, o serviço permaneça viável", complementou o executivo.

Conforme o texto veiculado, a adoção dessa medida deve afetar apenas 0,35% dos serviços que usufruem do API do Google Maps.

Cupons de desconto TecMundo: