Graças a um erro ocorrido no Google Maps, um pequeno vilarejo da Noruega conhecido como Fossmork foi invadido por turistas que buscavam a famosa colina Preikestolen. Segundo o News.com.au, um erro no sistema de navegação fazia com que os visitantes se desviassem 30 quilômetros do ponto onde a atração realmente se localiza.

Segundo a moradora Helge Fossmark, a cada dia surgem de 10 a 15 veículos no local procurando pelo ponto turístico. “O Google Maps os leva pela ponte Lysefjord e até Fossmork. A estrada é bastante íngreme e eles muitas vezes se chateiam ao descobrir que tem que voltar”, afirma Gunnar Bøe, outro morador local.

A colina Preikestolen

Ele afirma considerar a situação um tanto engraçada, já tendo conversado com turistas japoneses e chineses que foram confundidos pelo erro. “Houve um americano que queria comprar uma cabana. Ele achou que o lugar era fantástico”, explica o morador.

Em resposta ao problema, o Google afirmou que encoraja seus usuários a reportar qualquer tipo de erro encontrado para que a empresa possa continuar a melhorar seus serviços. Essa não é a primeira vez que algo do tipo: em 2016, a cidade de Kidlington, no Reino Unido, foi invadida por turistas chineses que chegaram lá graças a um problema no sistema de mapas.

Cupons de desconto TecMundo: