Quem usa bastante o Google Maps para se localizar, seja andando de carro, a pé ou de qualquer outra maneira por aí, já deve ter reparado que o ícone que representa o usuário no mapa mudou a partir de ontem (20). Anteriormente, tratava-se de uma seta que supostamente deveria apontar para a direção na qual o dispositivo está virado. Porém, era óbvio que esse sistema de bússola não funcionava corretamente e nunca nos mostrava esse direcionamento de maneira adequada.

Agora, uma novidade no aplicativo vai tentar corrigir esse problema e dar uma noção melhor de sentido para os usuários. O novo meio de visualização usado pelo Google Maps representa o seu local com um círculo azul envolto por outro círculo maior. A partir do ponto central, um tipo de cone é projetado para fora e ele segue a suposta direção para onde o celular está virado.

A diferença é que, com esse novo recurso, o aplicativo mostra uma direção aproximada com maior ou menor precisão de acordo com o funcionamento do sistema de bússola do seu celular. Assim, o cone que aparece apontando na direção para onde você está virado vai ser mais largo quando não há muita certeza ou mais estreito, o que indica com maior exatidão para onde o usuário está virado.

Diversos motivos podem fazer com que a bússola de seu smartphone fique temporariamente descalibrada, o que afeta diretamente o recurso direcional do Google Maps. Resolver esse problema, porém, é muito fácil, como a própria Google ensina na postagem de seu blog oficial: basta movimentar o seu dispositivo conforme pode ser visto na imagem a seguir para que a função volte a ter uma precisão maior.

Cupons de desconto TecMundo: