(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Conforme adiantado por nós ontem (15) durante a cobertura do Google I/O 2013, boa parte do foco do evento parece ter realmente caído sobre os desenvolvedores e gerenciadores de apps e sites. Isso porque mais uma novidade veio clara e oficialmente à tona: um novo aplicativo de programação promete concorrer ferozmente com outros recursos do gênero.

O Google Computer Engine agora está agora disponível para qualquer um. Este app “fornece um ambiente sólido, rápido e de alto desempenho para máquinas virtuais”, afirma Urz Hölzle, vice-presidente sênior de Infraestrutura Técnica da Google. Grosso modo, a “administração pesada” dos servidores vai poder ser feita pela Google a partir desse novo app.

O objetivo dessa iniciativa, como também aponta Jeff Blagdon, redator do portal The Verge, é oferecer um serviço de desenvolvimento capaz de enfrentar, principalmente, a gigante Amazon Web Services (AWS) – que suporta os serviços de sites como Netflix, Reddit e Dropbox.

A próxima geração de computação

“Nos últimos 14 anos, temos desenvolvido algumas das melhores infraestruturas no mundo dos serviços ‘com o poder da Google’”, diz ainda Hölzle. Assim, a plataforma Google Cloud e o aplicativo Google Compute Engine prometem “inaugurar a próxima geração de computação”. Isso significa que os serviços prestados por esse novo motor da Google possuem diferenciais consideráveis quando comparados a outros recursos do gênero. Confira a seguir alguns deles:

  • “Sub-hour Billing”: se o serviço de manutenção for prestado em questão de minutos (com tolerância de até 10 min.), nenhuma cobrança pelo tempo não utilizado vai ser feita;
  • “Shared-core Instances”: oferece formas de serviços menores para cargas de trabalho de baixa intensidade;
  • “Advanced Routing”: aplicação que permite a criação de gateways e servidores VP, permitindo a realização de ações via rede local ou nuvem; e
  • “Large Persistent Disks”: suporte de até 10 terabytes por unidade – capacidade em torno de 10 vezes em comparação aos padrões atuais da indústria de suporte de servidores.

Mais linguagens serão agregadas ao app futuramente. (Fonte da imagem: Reprodução/Karachi)

As linguagens suportadas atualmente pelo novo engine da Google são Java, Python, Go Language e PHP – mais formatos deverão ser agregados ao app futuramente. A empresa conquistou ainda a certificação internacional de segurança ISO para “Compute Engine” (27001:2005). Se você é um desenvolvedor, não deixe de consultar as ferramentas de gerenciamento da Google clicando aqui.

Cupons de desconto TecMundo: